Promoção Bolão do Oscar : CinePipocaCult :: bom cinema independente de estilo

CinePipocaCult : blog de cinema

recentes

Promoção Bolão do Oscar

PROMOÇÃO ENCERRADA
Veja resultado.

Estamos em pleno Carnaval, é verdade. Mas, estamos também a uma semana do Oscar, então, para aumentar ainda mais a expectativa para a festa em Hollywood, vamos fazer uma promoção especial. Um grande bolão com todos os nosso leitores, os três palpites mais certeiros levarão para casa DVDs de filmes que já foram vencedores dessa festa. Escolhemos sete filmes especiais. O primeiro lugar leva 4 DVDs, o segundo leva 2 DVDs e o terceiro leva 1 DVD. A escolha será do primeiro colocado em diante. Vejam abaixo quais os filmes que você pode ganhar e as regras. Bom Palpite e Boa Sorte.

DVDs Oscar Bolão

Casablanca
Grande vencedor do Oscar de 1943, foi indicado a 8 categorias e levou 3 (melhor filme, melhor diretor e melhor roteiro adaptado). O clássico de Michael Curtiz, conta a história de amor proibido entre Rick Blaine (Humphrey Bogart) e Ilsa Lund (Ingrid Bergman), em plena segunda Guerra Mundial. Os dois que já haviam se encontrado e desencontrado em Paris se reencontram em Casablanca (Marrocos), no "Café de Rick", em meio a intrigas, investigações e ameaças nazistas.

Coração Valente
O segundo filme dirigido por Mel Gibson, foi o grande vencedor de 1996, sendo indicado em dez categorias, vencendo cinco (Melhor filme, melhor diretor, melhor edição de som, melhor fotografia e melhor maquiagem). O filme retrata a luta do escocês William Wallace em busca da liberdade de sua terra, dominada pelos ingleses. Um épico emocionante.

O Silêncio dos Inocentes
Grande vencedor do Oscar de 1992, levando cinco prêmios das sete indicações que tinha. Levou simplesmente todas as categorias principais: Melhor filme, melhor diretor (Jonathan Demme), melhor ator (Anthony Hopkins), melhor atriz (Jodie Foster) e melhor roteiro adaptado (Ted Tally). Esse excelente suspense nos apresentou o personagem Dr.Hannibal Lecter, um psicopata que ajuda a jovem agente Clarice Starling a capturar um novo serial killer.

Amadeus
A história do músico Wolfgang Amadeus Mozart e da paixão/ ódio de seu rival Antonio Salieri ganhou vida em 1984 e foi o grande vencedor do Oscar de 1985 com onze indicações, vencendo oito prêmios (melhor filme, melhor diretor, melhor ator para F. Murray Abraham, melhor direção de arte, melhor figurino, melhor maquiagem, melhor som e melhor roteiro adaptado). Detalhe que uma das indicações que perdeu foi melhor ator com Tom Hulce, ou seja, o filme teve dois indicados a melhor ator, e pelo menos aqui, Salieri venceu Mozart.

Moulin Rouge
Esse não venceu o Oscar de melhor filme, nem foi um dos mais badalados, mas da nova geração de musicais, o filme de Baz Luhrmann é, sem dúvidas, o mais festejado, por isso, resolvemos incluí-lo, dando maior variedade as escolhas. A história do jovem poeta Christian (Ewan McGregor) que se apaixona pela bela cortesã Satine encantou a todos, ainda mais com a inclusão de músicas pops como se fossem de autoria do protagonista. Mas, Moulin Rouge também não ficou fora do Oscar de 2002. Foi indicado melhor atriz (Nicole Kidman), melhor fotografia, melhor edição, melhor maquiagem, melhor filme e melhor som, vencendo nas categorias de melhor direção de arte e melhor figurino. Naquele ano, ele também foi o vencedor do Globo de Ouro de Melhor Filme Musical ou Comédia.

O Labirinto do Fauno
E para não ficar só com filmes americanos, colocamos na lista o grande filme de Guillermo del Toro. O Labirinto do Fauno, mesmo sendo estrangeiro, concorreu a seis categorias. Não levou de melhor filme estrangeiro, que perdeu para o também ótimo A Vida dos Outros, filme alemão, mas levou Melhor direção de arte, Melhor fotografia e Melhor maquiagem. Além de impressionar pela fábula da garota Ofélia que usa da imaginação para fugir da dureza de sua vida.

Cidade de Deus
Para terminar, um filme que não levou nenhum Oscar, mas marcou não apenas a premiação, como a história do cinema. Esse filme brasileiro dirigido por Fernando Meirelles aparece em diversas listas de melhores filmes da década. Sua história no Oscar não deixa de ser curiosa. Lançado em 2002, ele tentou uma vaga na categoria de melhor filme estrangeiro em 2003, não foi indicado, mas não desistiu, foi lançado nos Estados Unidos naquele mesmo ano e no Oscar seguinte, em 2004, apareceu na lista como indicado em 04 categorias (Melhor direção – Fernando Meirelles, Melhor roteiro adaptado – Bráulio Mantovani, Melhor fotografia – César Charlone, Melhor edição – Daniel Rezende) deu moral e abriu caminho para Fernando Meirelles se tornar um diretor internacional. Sem dúvidas, nossa maior vitória no Oscar até hoje.



CinePipocaCult :: bom cinema independente de estilo Designed by Templateism.com Copyright © 2014

Tecnologia do Blogger.