Música Trocada : CinePipocaCult :: bom cinema independente de estilo

CinePipocaCult : blog de cinema

recentes

Música Trocada

A música sempre foi algo marcante em filme, por isso, coloquei no blog uma lista na barra lateral da esquerda, vocês podem se divertir enquanto lêem os textos. Uma trilha sonora bem feita torna o filme ainda melhor, criando efeitos diversos e deixando marcas eternas em nossa memória. Pensando nos efeitos das músicas, uma febre invadiu o youtube. A brincadeira de troca de músicas em cenas clássicas do cinema. É a série "Inappropriate Soundtracks", tanto que a Revista Época citou o fenômeno, em sua edição da semana passada (bombou na web).

Encontramos de tudo, desde piadas bem feitas que criam efeitos emocionantes como o clipe de 300 ao som de We are the champions, passando por brincadeiras hilárias, como Pulp Fiction ao som de Baile dos Passarinhos, ou coisas de mal gosto como O Exorcista ao som de Girls just wanna have fun. Ou ainda, brincadeiras com o tempo, mostrando o novo Batman ao som do antigo, da série de televisão.

Poster da homenagem da família na data em que faria 75 anosTudo isso me lembrou Dr. Gilberto França Gomes. Um médico aqui de Salvador, já falecido, grande admirador da sétima arte, que tinha como hobby brincar com montagens diversas, em sua ilha de edição ainda linear (para a geração não linear, tratava-se de dois vídeos cassetes, ligados por uma mesa de corte, onde a edição era feita na ordem, de uma VHS para outra). Com muito talento, Dr. Gilberto criou a "TV França Gomes" e sempre fazia sessões para família e amigos, demonstrando seu amor pela arte. Sua preferência sempre foram os musicais, até por isso, em 1992, ele criou o Música Trocada, uma brincadeira com musicais clássicos ao som de músicas que, na época, eram novas.

Na abertura do filme ele já advertia: "Pedimos desculpas à turma da velha guarda pelas brincadeiras, mas para os jovens, vai ser uma curtição." E foi mesmo. De forma inteligente, ele fez Fred Astaire e Jane Powell dançarem "Lambamour" de Kaoma ou Cyd Charisse dançar "Samba de uma nota só". Mas, as que considero suas melhores montagens são: a clássica cena de John Travolta em "Os embalos de Sábado a Noite" por ser hilária; e Fred Astaire e Bety Hutton em "Nasci para Bailar", pela precisão da montagem.

Os Embalos de Sábado a Noite é o grande musical dos anos 80. Na verdade, ele é do final da década de 70 (1977), mas entrou para os clássicos da década seguinte, por aproximação. Foi o filme que projetou John Travolta[bb] e é referência de cena de dança. Dr. Gilberto pegou a cena do concurso onde Tony Manero mostra seus dotes e juntou com um clássico da lambada. O resultado não poderia ser mais hilário. Parece que Jonh Travolta está ouvindo "Isso é bom" (Cuisse Lá), mais conhecido como "Ui pitchi pitchi".

video

Nasci para Bailar é um filme de 1950, auge dos musicais de Hollywood. Traz Fred Astaire[bb] e Bety Hutton, em uma bela performance e é lembrado pelos amantes do gênero, apesar de não ser um dos grandes clássicos. A grande sacada de Dr. Gilberto aqui, foi o início. A discussão entre o casal, ao som de Daniela Mercury dizendo "não me abandone" e a sincronia perfeita com o início da música propriamente dita. É realmente, imperdível.

video

É uma pena que Dr. Gilberto não tenha vivido para ver as maravilhas da tecnologia e de uma ilha de edição não linear que ele teria facilmente em seu computador... Se com uma mesa de corte, ele já proporcionava tantos risos, o que faria com outros recursos? Fica a homenagem e o agradecimento a sua filha, Grace Gomes, por ter me permitido compartilhar parte dessas duas pérolas com vocês.

CinePipocaCult :: bom cinema independente de estilo Designed by Templateism.com Copyright © 2014

Tecnologia do Blogger.